quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Mudanças Climáticas: as suas consequências para o planeta Terra

Dia 15 de outubro é data agendada no calendário dos blogueiros de todo o mundo. Nesse dia, a blogosfera para por um instante com os seus assuntos preferidos e atendendo a uma convocação do Blog Action Day, escreve sobre um determinado assunto que passa a ser comum a todos durante o dia. O evento acontece desde 2007. O objetivo é provocar discussões em cima de questões de importância mundial.
Em 2009, o tema do evento é Mudança Climática. Nesse ano, o evento reuniu (até o momento dessa postagem) 9041 blogs registrados, de 150 países, com 12. 597. 621 leitores. Esse já é um dos maiores eventos da internet. Além de reunir parceiros de entidades sem fins lucrativos, tais como: WWF, The Nature Conservancy, The aliance for climate protection, entre outros.
O tema desse ano tem a ver diretamente com a vida de todos os seres vivos do planeta. Tem a ver com a vida da humanidade moderna que tornou possível o sonho de Ícaro e de Santos Dumont: voar. Por conta desse sonho realizado, o cosmonauto russo Yuri Gagarin, na primeira viagem do ser humano ao espaço pode dizer: A Terra é azul!
Passados 48 anos dessa odisséia no espaço, o planeta Terra continua azul, no entanto, fotos de satélites mostram o que talvez Gagarin seria capaz de perceber: por conta das mudanças climáticas há lugares do planeta que já não são mais como na época de sua viagem, no ano de 1961.
No ano de 1990, o painél da ONU sobre o clima (IPCC) apontou que havia riscos reais para a humanidade com relação as mudanças no clima. A Terra está em perigo. Os efeitos podem ser percebidos em fenômenos climáticos como o El Niño e La Niña, no clima seco de muitos lugares do planeta, no derretimento de geleiras e de neves, no nível do mar que está subindo, em tempestades provocadas por grandes ondas de calor.
O consumismo desenfreado de carvão, gás e petróleo são classificados como grandes vilões dessas mudanças no clima. Atribui-se igual responsabilidade aos testes atômicos no fundo dos oceanos. Como não responsabilizá-los pela geração de Tsunamis? O sinal de alerta do planeta está ligado.
Ações como o Rio-92, o Protocolo de Kyoto precisam ocupar as agendas dos líderes de todos os segmentos do planeta que desejam ter uma vida sustentável: equilíbrio entre a sociedade, a economia e o meio ambiente.
Em dezembro desse ano, muitos países do mundo estarão em Copenhague (Dinamarca) discutindo os efeitos das mudanças climáticas e busando alternativas para solucionar esse problema.
Espera-se que no centenário da ida do primeiro homem ao espaço, a Terra continue azul. Mas para que isso aconteça, a humanidade moderna precisa fazer alguma coisa.


Deixe o seu comentário. Ele é importante!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário